ºC, Braga
Braga

Max º Min º

Guimarães

Max º Min º

DR
Tiago Barquinha

Regional 31.07.2020 10H50

CM Guimarães assume propriedade da Fábrica do Arquinho

Escrito por Tiago Barquinha
O espaço será destinado à Fibrenamics e à Agenda Multidisciplinar para a Engenharia Aeroespacial.

A Câmara Municipal de Guimarães já é detentora da Fábrica do Arquinho. A transferência de propriedade está incluída no contrato de urbanização da área citadina envolvida pela Avenida D. Afonso Henriques, pela Rua da Caldeiroa e pela Rua Colégio Militar, que foi assinado esta quinta-feira pela autarquia e pelos promotores privados.


O espaço vai ser utilizado pela Fibrenamics e pela Agenda Multidisciplinar para a Engenharia Aeroespacial, que está a trabalhar na possibilidade de criar, em primeiro lugar, um mestrado e, posteriormente, uma licenciatura na Universidade do Minho.


Para Domingos Bragança, tratam-se de "dois projectos exemplares daquilo que se faz na universidade ao nível da inovação e da transferência de conhecimento e investigação para as empresas".


Além disso, o autarca vimaranense, em declarações proferidas à margem da apresentação dos projectos colaborativos desenhados pelo Gabinete de Crise e da Transição Económica, disse esperar que a intervenção que vai ser feita no espaço se torne num "ícone do ponto de vista de reabilitação arquitectónica". 


O contrato de urbanização pressupõe ainda uma nova frente urbana, enquadrada com a construção de três novas vias e zonas pedonais.


Deixa-nos uma mensagem